A primeira edição dos PLAY – Prémios da Música Portuguesa aconteceu no Coliseu dos Recreios, no dia 9 Abril. Uma noite de festa que se viveu em pleno, marcada por um óptimo ambiente e pautada pelas excelentes performances de Valas com Raquel Tavares, Blaya, ProfJam, Wet Bed Gang, Sérgio Godinho e Jorge Palma, Expensive Soul, Amor Electro, Ricardo Ribeiro e Virgul.

Estes foram os 40 nomeados, em 10 categorias.

Categoria Melhor Grupo:

Dead Combo

Diabo na Cruz

Linda Martini

Wet Bed Gang

Categoria Melhor Artista Solo: 

António Zambujo

Blaya

Dino d’Santiago

Diogo Piçarra

Categoria Melhor Álbum: 

“Mariza” de Mariza

“Do Avesso” de António Zambujo

“Odeon Hotel” de Dead Combo

“Mundo Nôbu” de Dino D’Santiago

Categoria Melhor Videoclipe: 

“Eu Avisei” de Blaya

“Queque Foi” de Boss AC

“Amor em tempo de Muros” com Lila Downs de Pedro Abrunhosa

“Água de Coco” de ProfJam

Categoria Prémio Lusofonia:

“Se Eu Soubesse” de C4 Pedro

“Din Din Din” de Ludmilla

“Nada Mudou” de Matias Damásio

“Nubian Queen” de Nelson Freitas

Categoria Artista Revelação:

Conan Osiris

Papillon

Sara Correia

Selma Uamusse

Categoria Melhor Álbum Fado: 

“Maria” de Carminho

“Branco” de Cristina Branco

“Sempre” de Katia Guerreiro

“Sara Correia” de Sara Correia

Categoria Melhor Artista Internacional: 

Ariana Grande

Cardi B

Drake

Kendrick Lamar

Categoria Melhor Canção Internacional: 

“No Tears Left To Cry“ de Ariana Grande

“God’s Plan” de Drake

“All The Stars” (with SZA) de Kendrick Lamar

“In My Blood” de Shawn Mendes

Categoria Vodafone Melhor Canção: 

“Faz Gostoso”de Blaya

“Água de Coco” de ProfJam

“Estradas no Céu” de Valas com Raquel Tavares

“Devia Ir” de Wet Bed Gang

Sem nomeações e com distinção eleita pelo Comité de Nomeação e Painel da Crítica, destacaram-se ainda os vencedores do Prémio Carreira e Prémio da Crítica.

Prémio Carreira: 

Carlos do Carmo

Prémio da Crítica: 

Dino D’Santiago

Conheça os vencedores na fotogaleria.