NOMEADO

Bárbara Tinoco

Bárbara Tinoco é uma cantora e compositora nascida em Lisboa em 1998.

Autodidata na guitarra e no canto, estudou Ciências Musicais na Faculdade Nova de Ciências Socias e Humanas.

Em 2018 deu que falar na sua muito breve passagem pela fase de casting do programa “The Voice Portugal”, onde, embora não tendo sido selecionada, teve a oportunidade de mostrar um tema original.

É esse tema – “Antes Dela Dizer Que Sim” – que lançou em 2019 como o seu single de estreia, gravado no RF Estúdio e no Estúdio Zeco por Ricardo Ferreira, João Só e Nuno Simões. O vídeo conta já com mais de 10 milhões de visualizações no youtube. O segundo single – “Sei Lá” – foi lançado em dezembro desse ano.

No final de 2019 foi convidada para fazer a primeira parte dos concertos da digressão “Só 10 Anos”, de João Só, tendo depois feito a sua estreia a solo no Cineteatro Capitólio.

Em 2020 conquistou o 2º lugar na grande final do Festival RTP da Canção, interpretando uma canção da autoria de Tiago Nacarato, “Passe-Partout”. Mesmo não tendo ganho, o tema arrecadou a classificação máxima atribuída pelo público. Depois do sucesso da parceria, deram início ao projecto “Passe-Partout”, uma digressão conjunta em que interpretam temas dos respetivos reportórios, bem como outros, de artistas que os inspiram e influenciaram até agora.

Em julho viu a sua ainda curta carreira ser reconhecida pela primeira vez, na 2ª gala dos PLAY – Prémios da Música Portuguesa, ganhando o prémio de Artista Revelação. Em setembro subiu finalmente ao palco da Sala Suggia da Casa da Música, no Porto, em quatro concertos esgotados.

Ainda nesse ano apresentou mais dois singles: “A Fugir de Ser” foi lançado em julho, seguido de “Outras Línguas”, em Outubro.

Em abril de 2021, editou um EP de colaborações, em que participam alguns dos grandes nomes da música portuguesa atual: António Zambujo, Bárbara Bandeira, Carlão, Carolina Deslandes, Diana Martinez e Tyoz.  “Cidade”, com Bárbara Bandeira, é o single de avanço do EP, e o vídeo atingiu a marca das 200 mil visualizações no youtube em apenas 3 dias.

Ainda antes da edição do seu primeiro álbum, venceu o Globo de Ouro na categoria de Melhor Intérprete, para a qual estava nomeada ao lado de Camané, Carolina Deslandes, Dino D’Santiago e Lena d’Água.

O álbum de estreia, “Bárbara,” foi editado a 22 de outubro de 2021 e a estreia nos Coliseus de Lisboa e Porto aconteceu em novembro, com quatro concertos esgotados.

2022 trouxe a Bárbara Tinoco o papel de mentora no programa The Voice Kids. A par dessa responsabilidade, manteve uma agenda preenchida, com concertos um pouco por todo o país e ilhas, incluindo a estreia numa das maiores salas a norte do país, o Multiusos de Guimarães e passagem por grandes festivais como o Rock In Rio e o MEO Marés Vivas. Foi também o ano em que levou a palco um espetáculo idealizado por si e protagonizado em parceria com alguns dos maiores nomes da música portuguesa: “As Canções Que Ninguém Quis”. Nele, Bárbara Tinoco, Carolina Deslandes, Miguel Araújo, Agir e Luísa Sobral, conversam e interpretam canções escritas para outras pessoas, que acabaram recusadas pelos potenciais intérpretes.

Em 2023 o maior desafio era subir ao palco de duas das maiores salas do país: Campo Pequeno e Super Bock Arena, e foi superado, com casa cheia em ambas. A estreia em palcos internacionais aconteceu em janeiro, com um concerto no conceituado The Jazz Café, em Londres.

“Bichinho”, o segundo álbum de originais foi editado em abril, e inclui os singles “Chamada Não Atendida” e “Despedida de Solteira”.

Foi novamente nomeada para um Globo de Ouro, na categoria “Melhor Música”, com “Chamada não atendida” e foi distinguida na categoria de Música nos GQ Moty Awards.

Em 2024 distingue-se já como vencedora de um Prémio Cinco Estrelas na categoria de Música, e em outubro irá estrear-se na maior sala do país, a MEO Arena.

NOMEAÇÕES

Vodafone Canção do Ano