NOMEADO

Peculiar

Ser Peculiar não se trata de querermos ser diferentes, isso é apenas uma consequência. Trata-se de querermos ser quem somos: isentos, independentes e livres. É assim que se apresenta João Nicolau Quintela, também conhecido como Joaquim Tela, um artista multifacetado de 22 anos oriundo de Faro, Portugal.

Peculiar explora então, a sua própria sonoridade musical numa manifestação de liberdade de expressão, movimento e individualidade, com uma imagem que se desenquadra do que é suposto, distinguindo-se pelas suas letras, sombrias e realistas e pelos seus instrumentais, épicos e cinemáticos

NOMEAÇÕES

Melhor Videoclipe