NOMEADO

Sons do Minho

A banda Sons do Minho, de Viana do Castelo, tem pautado a sua carreira pela qualidade e modernidade que tem vindo a incutir nos seus trabalhos.
Criada em 2010, por oito jovens músicos, baseia a sua proposta artística num repertório de temas originais (alguns deles com base no cancioneiro popular português), bem como nas características cantigas ao desafio ou desgarradas.
A intensidade dos temas, o tom jocoso implícito nas cantigas ao desafio e a interatividade com o público fazem dos concertos de Sons do Minho um momento único de alegria e boa disposição, bem à semelhança das festas e romarias do Alto Minho.
O grupo realiza, anualmente, mais de uma centena de concertos em Portugal e junto das comunidades lusófonas. Portugal, Espanha, França, Alemanha, Suíça, Canadá, Estados Unidos da América, Luxemburgo e Brasil são os países onde o Sons do Minho já se apresentou em concerto.
Da discografia da banda fazem parte os álbuns “Os oito homens do Minho” (2010), “Siga a festa” (2011), “Canto por gosto” (2012), “De alma e tradição” (2013), “Salta e faz a festa” (2015), “A festa é boa!” (2018), “Ao vivo em Benfica” (2019), “Tertúlia à Desgarrada – ao vivo” (2020).
Com este alargado lote de trabalhos editados, destaca-se o DVD “Tertúlia à Desgarrada ao Vivo”, de 2020, onde se apresentaram num espetáculo conjunto com Toy, José Malhoa, Zé Amaro, Rosinha e Sérgio Rossi, no Centro Cultural de Viana do Castelo, para cerca de 3.000 pessoas. Este concerto celebrou a rubrica que a banda mantém nas suas redes sociais, desde 2017, intitulada “Tertúlia à Desgarrada”.
Em 2023, Sons do Minho lançou o tema “Recomeçar” com uma mensagem de esperança e de alento para o regresso à normalidade do nosso quotidiano, pós pandemia!

NOMEAÇÕES

Prémio Música Ligeira e Popular